A cauda do seu gato é o termômetro do humor

Categoria: Comportamento Felino

Autor(a): Heloíse Santos | Colaborador(es): Jornalismo Top.Co. | Cidade: Campinas | 03/09/2018 - 18:15

Você sabe ler a linguagem corporal do seu gato?
iStock/ cynoclub

iStock/ cynoclub

O fato de os gatos não falarem nunca foi problema na hora de se comunicarem com seus donos. Os gateiros de plantão sabem muito bem disso. Espertos, os bichanos não passam vontade e sempre arranjam um jeitinho de nos mostrar o que querem por meio de sua linguagem corporal. A forma como balançam a cauda, movimentam as orelhas, dilatam as pupilas, tudo pode indicar um sentimento ou um desejo que eles têm em determinado momento. Os tutores tentam compreender sinais emitidos por seus bichanos e, com a convivência, começam a entender as particularidades de cada miado ou esfregão. Mas existem sinais da linguagem corporal dos gatos que são comuns a todos e podem te ajudar, e muito, a entender melhor as vontades e sentimentos deles. 


iStock/ Seregraff
 
Ela é uma ferramenta muito importante para a comunicação com outros gatos e principalmente com seres humanos. Se o bichano encontra outro gato ou humano amigável a cauda aponta para cima e fica reta, demonstrando sua simpatia. Geralmente, quando o felino está amigável, ele se esfrega no dono com a cauda erguida. Esses gestos geralmente vêm acompanhados de ronrons e miados agradáveis. Além disso, ele pode se esfregar em todos da casa para passar seu cheiro e marcar seu território.
Se ele estiver amigável, mas cauteloso, a cauda vertical forma um gancho na ponta, indicando sua desconfiança.


iStock/ GlobalP
 
A cauda alta também significa que o gato está feliz ou interessado em algo, como num alimento. “Uma curiosidade é que filhotes podem dirigir-se com essa postura de cauda erguida a um adulto. Mas um adulto, principalmente um macho territorial, nunca ergue a cauda para um filhote ou outro macho que compartilhe do seu território”, explica Claudia. Segundo ela, tanto os filhotes quanto os gatos adultos tendem a respeitar a hierarquia do grupo social, não apenas ao erguer o rabo, mas também ao se esfregar nos mais velhos e nos “donos do pedaço”. Poderia ser uma forma de adular o outro gato. Eles também podem manifestar sua estima pelo outro felino dando um tapinha e correndo, quando ele for arisco e não permitir muitas aproximações.
 
O balanço da cauda nem sempre expressa felicidade, como acontece com os cães. Gatos que erguem e balançam a cauda lentamente demonstram alegria, porém, quando eles balançam a cauda no chão, e em movimentos mais rápidos, de um lado para o outro, como uma chicotada, é sinal de que algo está começando a incomodá-los. Além das situações de medo ou ataque, o gato adota essa postura nas brincadeiras que simulam a caça.
 
Quando um gato encontra seu dono e quer uma saudação amigável, a cauda vai para cima e treme. É o jeitinho felino de dizer “estou tão feliz em vê-lo”. 


Cat Communnication

 

  • GUIA DE CRIADORES DE GATOS

Encontre criadores de diversas raças.