Como denunciar maus-tratos e abandono de animais?

Categoria: Felinos

Autor(a): Gabriela Giraldi | Colaborador(es): Jornalismo Top.Co | Cidade: Campinas - SP | 04/07/2016 - 17:25

Poucas pessoas sabem como agir ao presenciar uma cena dessas. Saiba o que fazer ao ver um animal em estado crítico
Stock photo © jamechi

Stock photo © jamechi

Diariamente, acompanhamos pela TV ou pela internet casos de maus-tratos com animais. Infelizmente, essa é uma situação ainda muito frequente nas cidades brasileiras. Contudo, poucas pessoas sabem como lidar ao presenciar uma cena dessas. Neste artigo, Gabriela Giraldi, veterinária e proprietária da clínica veterinária Cuidar, explica como você pode ajudar no combate aos maus-tratos e abandono de animais. Confira!
 
1º Passo: Saiba quais atitudes caracterizam maus-tratos
Antes de qualquer coisa, para melhor identificar o caso, você precisa saber quais situações podem ser consideradas como maus-tratos. Veja alguns exemplos:
·      Períodos acima de 48 horas já caracterizam abandono, ou seja, um animal sozinho por um final de semana já está em situação de abandono;
·      Agressões físicas (espancamento, mutilação, envenenamento);
·      Manutenção do animal preso a correntes ou cordas, em locais sem ventilação ou entrada de luz, em locais pequenos e sem cuidados com a higiene ou desprotegido contra o sol, chuva ou frio;
·      Privar o animal de alimentação adequada e diária ou ao atendimento veterinário, caso esteja doente ou ferido;
·      Utilização de animais em espetáculos que possam submetê-los a pânico, estresse e agressões.
Caso presencie a ocorrência de qualquer uma dessas situações, você já pode partir para o próximo passo.
 
2º Passo: Tenha certeza e reúna evidências
Todas as situações descritas acima caracterizam crimes contra os animais, portanto, os responsáveis por cometê-los devem ser punidos. Como sua intenção é não prejudicar ninguém injustamente, o ideal é que você tenha certeza quanto à denúncia que está prestes a fazer. Para isso, procure evidências e testemunhos que comprovem suas suspeitas, fotografe ou filme os animais que estão sofrendo maus-tratos e procure o maior número de informações possíveis para identificar o agressor. Feito isso, é hora de partir para ação.
 
3º Passo: Denuncie
Para de fato conseguirmos mudar, mesmo que pouco a pouco, essa realidade, sempre que presenciarmos algum desses casos devemos denunciar. Esses atos, tanto de abuso como de crueldade, são considerados crimes ambientais e devem ser apresentados à polícia, que formalizará a ocorrência e instaurará um inquérito.
Em São Paulo, a denúncia pode ser feita presencialmente na Divisão de Investigação sobre Infrações de Maus-Tratos a Animais (Avenida São João, 1.247, Centro, São Paulo) ou pelos telefones (11) 3338-0155 | 3338-1380. Em todo o país, os casos podem ser relatados ao “Disque-Denúncia”, pelo telefone 181, que realiza atendimento 24 horas por dia, todos os dias da semana.
Com essa atitude você poderá contribuir para mudar a realidade e a qualidade de vida de muitos animais que estão em situação de risco ou abandono por aí. Trata-se de um ato de amor e consciência, não hesite em fazê-lo!
 
Gabriela Giraldi é formada em Medicina Veterinária e proprietária da clínica veterinária Cuidar, de São Paulo.

  • GUIA DE CRIADORES DE GATOS

Encontre criadores de diversas raças.