Seu gato não brinca? Isso não é normal!

09/02/2015 - 08:57

Brincadeiras são essenciais para a saúde do gato. Saiba como fazer com 
que ele, depois de adulto, ainda se divirta com você
Foto meramente ilustrativa:  ©iStockphoto.com/ ysbrandcosijn

Foto meramente ilustrativa: ©iStockphoto.com/ ysbrandcosijn

Parece que foi ontem que ele era apenas um bebê, brincava, pulava, e aparentava ter baterias intermináveis dentro de seu corpinho, só que crianças crescem. Os anos passaram, ele se tornou adolescente, e depois adulto. E agora, os brinquedos, que antes eram a alegria do dia, já não o interessam mais, ficam empoeirados, escondidos. Ele só quer saber de comer, beber e dormir, no máximo assistir a uma televisãozinha com você. Se seu gato já não brinca mais como antes, isso não é nada bom. “Brincar é importante para a manutenção da saúde mental e física do animal. É uma maneira de ele expressar comportamentos específicos, que deixou de praticar no dia a dia, como caçar ou interagir com outros gatos”, explica o veterinário João Telhado, da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, especialista em comportamento animal. Além disso, atividades lúdicas ajudam a prevenir doenças como obesidade, diabetes mellitus e artroses.
 

Saiba mais adquirindo a edição 86 da revista Pulo do Gato, através do link abaixo.

 
http://www.revistapulodogato.com.br/nossas-revistas
  • GUIA DE CRIADORES DE GATOS

Encontre criadores de diversas raças.