Gato gordinho nunca mais!

06/01/2020 - 10:16

Saiba identificar e prevenir a obesidade em felinos, problema que vem crescendo bastante entre os pets
Foto: Dixi_/iStockphoto.com

Foto: Dixi_/iStockphoto.com

Se você tem um gatinho em casa que está ganhando cada vez mais peso e não sabe o que fazer, preste atenção: a hora de agir é agora. Prevenir a obesidade é muito importante para bichanos uma vez que, depois de instalado o problema, o processo de emagrecimento é bem mais difícil. 

A obesidade em gatos é um problema já comum na rotina das clínicas veterinárias. Segundo Leila Taranti, especialista em Endocrinologia Veterinária na UniCare Vet Especialidades Veterinárias, de Campinas-SP, a prevalência de sobrepeso e obesidade pode comprometer 63% da população felina, dependendo da região estudada.

A veterinária Alessandra Vargas, sócia-fundadora da Endocrinovet, centro de endocrinologia veterinária, de São Paulo-SP, destaca alguns fatores que predispõem ao ganho de peso: a idade (adultos entre 5 e 10 anos, que são mais sedentários, estão mais sujeitos ao problema); o sexo (a frequência de machos obesos é maior); e a genética (gatos mestiços têm maior risco de se tornarem obesos por razões genéticas). Além disso, o hábito de vida da família pode influenciar muito no ganho de peso. “Há uma correlação positiva entre o índice de massa corporal (IMC), a obesidade em felinos e a idade dos tutores, isto é, o risco de obesidade aumenta quanto mais idoso for o tutor ou quanto maior o IMC dele”, afirma Alessandra. Ela também destaca fatores comportamentais, como ansiedade, em que os gatos utilizam o alimento como mecanismo de prazer compensatório. A oferta de alimentação altamente calórica e sem controle e o estilo de vida de gatos que vivem em ambientes internos são outros fatores importantes da obesidade. “Esses animais podem permanecer em casa sozinhos durante grande parte do tempo, sem realizar qualquer atividade física, e isso aumenta a chance de obesidade”, explica a especialista, que, assim como Leila Taranti, é palestrante do Congresso Endocrino Science (www.congressovetscience.com.br), que será realizado em abril, durante a feira SuperPet, no Expo Dom Pedro, em Campinas-SP.

Já as doenças endócrinas que predispõem à obesidade em gatos são raríssimas, mas podem ocorrer. Entre elas estão o hipotireoidismo (disfunção da glândula tireoide em que há redução dos níveis do hormônio T4, com redução da taxa metabólica e do gasto energético) e hiperadrenocorticismo (endocrinopatia decorrente do excesso do hormônio cortisol, que promove aumento no apetite e acúmulo de gordura).

https://www.revistapulodogato.com.br/loja/edicao-134-janeiro-fevereiro-2020-2751.html
  • GUIA DE CRIADORES DE GATOS

Encontre criadores de diversas raças.