Gateiros, precisamos falar sobre câncer de mama!

04/10/2017 - 08:56

No mês da campanha Outubro Rosa, saiba como essa doença acomete os felinos e como você, tutor, pode preveni-la
Jarrycz/iStock.com

Jarrycz/iStock.com

Aproveitando a campanha do Outubro Rosa – que faz um alerta aos perigos do câncer de mama -, nós, da Pulo do Gato, procuramos uma especialista em Oncologia Veterinária para explicar todas as nuances dessa doença mortal que acomete fêmeas de todas as raças, principalmente na fase adulta e com idade mais avançada. 
Os dados são preocupantes já que 85% dos tumores encontrados na região do abdome são malignos e podem causar a morte do animal se não forem tratados precocemente. Esses números são endossados por conta de uso indiscriminado de anticoncepcionais e pela falta de castração.
 
OS GRANDES VILÕES
Muitos donos, com o intuito de inibir o cio e cruzas indesejadas em gatas, principalmente as que têm acesso livre às ruas, optam por oferecer anticoncepcionais, que possuem acetato de medroxiprogesterona como princípio ativo, sem conhecer as contraindicações que esse método pode provocar no animal em longo prazo. Para Vanessa Muradian, médica veterinária especialista em Oncologia, da PetProlife, em São Paulo-SP, esses medicamentos alteram significativamente o balanço hormonal nas fêmeas. “Muitos tumores de mama malignos podem ser estimulados por hormônios femininos artificiais. Fazer uso de anticoncepcionais pode abrir caminhos para o desenvolvimento de complicações”, salienta.

Saiba mais adquirindo a edição 118 da revista Pulo do Gato, através do link
http://www.revistapulodogato.com.br/nossas-revistas
  • GUIA DE CRIADORES DE GATOS

Encontre criadores de diversas raças.