Por que ter um Angorá Turco?

06/03/2017 - 10:40

Saiba os diferentes pontos da convivência, saúde e manejo deste felino que exibe sofisticação do focinho à ponta da cauda
Gatil: Bungalow/ Foto: Juliana Grossi

Gatil: Bungalow/ Foto: Juliana Grossi

O pelo macio e os movimentos leves e graciosos chamam a atenção por onde ele passa. Afinal, o Angorá Turco é um verdadeiro tesouro de quatro patas. Com origem em Ancara, capital da Turquia (chamada, antigamente, de Angorá), a raça desenvolveu naturalmente um pelo macio e médio para se proteger de invernos rigorosos. É possível que tenha evoluído do Manul cat (gato-de-pallas), felino domesticado pelos tártaros, habitantes da Tartásia, na Ásia. 

Com porte médio e podendo pesar entre 2,5 a 5kg, os Angorás foram aceitos para registro pela Cat Fanciers’Association (CFA) em 1968, entrando como raça provisória nas competições em 1970 e, em campeonatos, em 1972. O primeiro campeão da raça foi GC NoRuz Kristal of Azima, em 1976. Mas só após 2 anos Angorás coloridos passaram a disputar campeonatos com os irmãos branquinhos.


Saiba mais adquirindo a edição 111 da revista Pulo do Gato, através do link

http://www.revistapulodogato.com.br/nossas-revistas
  • GUIA DE CRIADORES DE GATOS

Encontre criadores de diversas raças.