Sair de férias com o gato é possível?

04/01/2017 - 14:35

Se está na dúvida sobre levar o pet para a viagem ou deixá-lo em casa, veja nossas dicas!
iStock/©LexiTheMonster

iStock/©LexiTheMonster

Muitos estabelecimentos perceberam que ganham cada vez mais clientes quando permitem a estadia de pets. Além de poder ficar perto do seu bichinho, o tutor também economiza com o custo de um hotel para o pet, o que, nestes tempos de crise, pode fazer a diferença ao fechar um pacote de turismo. Esses estabelecimentos são os chamados pet friendly

Mas o que é melhor para o bem-estar do gato: ir na viagem, ficar em casa ou em um hotelzinho para gatos? Qualquer gato pode viajar com seu tutor? Vamos resolver esse impasse!

Pensando no bem-estar
Tirar um gato de casa envolve todo o trabalho de fazer a “mala” dele, o estresse da viagem e da adaptação do gato ao novo ambiente, e ainda você tem de estar disposto a cuidar do gato durante seu descanso. Isso implica não só alimentar, ou limpar a caixinha, mas também adaptar o pet ao novo ambiente e dar atenção.

Em contrapartida, a outra opção de deixar o gato em um hotelzinho ou ter um cuidador que vá à sua casa ao menos uma vez ao dia pode não agradar alguns tutores mais preocupados. Para os gatos, tal decisão pode ser tranquila ou muito estressante.

Poder contar com uma pessoa de confiança que vá até sua casa e cuide do bichano sem tirá-lo de lá pode ser uma opção bem interessante se a viagem não for muito longa. No entanto, se a viagem for mais longa, a solidão vai se tornando pior conforme os dias de sua ausência aumentam e ficar sem a companhia de pessoas pode levar o gato ao estresse.



 

www.editoratopco.com.br/loja/pulo-gato
  • GUIA DE CRIADORES DE GATOS

Encontre criadores de diversas raças.