8 dicas para um banheiro seguro e agradável.

Foto de Karsten Paulick por Pixabay

Muitas vezes escolhido como local oficial da bandeja sanitária, o banheiro também merece cuidados especiais. Confira!

O banheiro pode ser um excelente parque de diversões para os gatos. O rolo de papel higiênico, por exemplo, pode se transformar em quilômetros de papel espalhado pela casa ou até em uma caminha macia e quentinha; tudo depende do que os bichanos têm em
mente no momento da brincadeira.
Se você não quer que isso aconteça, é simples, basta restringir o acesso do bichano ao banheiro fechando a porta. No entanto, muitos gateiros não veem problemas em deixar o gato visitar esse cômodo, muito pelo contrário, já que o banheiro é escolhido por muitos
tutores como o local oficial da caixinha sanitária.
Confira as dicas a seguir e mantenha o banheiro agradável para o seu bichano.

1 Caixinha sanitária: O banheiro é um lugar onde seu amiguinho pode ter privacidade para fazer suas necessidades quietinho e depois sair correndo para brincar ou até mesmo voltar para o delicioso sofá, por isso, manter a bandeja sanitária nesse cômodo é bastante prático. Se você utiliza areia biodegradável, pode descartá-la juntamente com as fezes e a urina do bichano imediatamente no vaso sanitário. Você também pode colocar um tapetinho em frente à caixinha. Isso ajuda a reter a areia, que, se espalhada pelo chão, pode ficar presa nas patinhas dos bichanos. Uma boa dica para evitar grãos pelo piso do banheiro é utilizar caixas sanitárias fechadas com portinhas de vaivém, que estão disponíveis no mercado pet. Limpos por natureza, os felinos não gostam de utilizar a bandeja sanitária suja, podendo até evitá-la por isso, o que desencadeia problemas de saúde. Assim, a higienização é fundamental. A limpeza dos excrementos deve ser realizada duas vezes ao dia e a caixinha deve ser lavada com detergente (sem cheiro) e muita água no mínimo uma vez por semana ou quando necessário.
A troca da antiga caixa sanitária por uma nova deve ser feita quando aquela estiver danificada.

2 Objetos perigosos:
Se você optar pelo livre acesso ao banheiro, tenha em mente que alguns cuidados são fundamentais. Não coloque prateleiras de vidro
nas paredes e nem deixe vidros de perfume, por exemplo, dando sopa em cima da pia. Esses objetos podem colocar em risco a vida dos bichanos, já que são propícios a causar acidentes desagradáveis.

3 Janela telada: Como em todos os cômodos, a tela também é fundamental na janela do banheiro. Apesar de, normalmente, ser pequena (estilo vitrô), essa janela também gera riscos, pois os bichanos podem cair ou até mesmo fugir por elas.

4 Ralo do banheiro: É importante que o ralo esteja com a tampa devidamente pregada ao chão, pois, na hora da brincadeira, o gatinho pode prender a pata ao tentar tirá-la e, dependendo do seu tamanho, ele pode até cair lá dentro.
Alguns bichanos podem fazer xixi no ralo. Se você não gosta desse hábito, disponibilize mais bandejas sanitárias e, se for o caso,
limite o acesso do gatinho ao cômodo.

5 Boxe ou banheira: Esses espaços também podem ser alvo de gatos bagunceiros. Alguns gostam de entrar no boxe para patinar sobre a água que fica no chão depois que saímos do banho e outros adoram beber a água morna do chuveiro. Esses hábitos não são muito saudáveis para os gatos, pois eles podem escorregar e até quebrar algum membro. Então, é melhor evitá-los, mantendo o boxe ou a banheira devidamente fechados.

6 Pia: O paraíso do banheiro para os bichanos aventureiros, preguiçosos ou com sede. Como os felinos apreciam a água corrente, a torneira da pia pode virar um bebedouro caso você a esqueça aberta, mas isso também pode não ser muito saudável se a água não for potável. Por outro lado, como os gatos tomam pouca água, permitir essa prática de vez em quando é bom, pois, assim, eles se hidratam e também previnem problemas nos rins. Além disso, muitos bichanos adoram dormir na pia do banheiro ou utilizá-la como um ponto de
observação.

7 Vaso sanitário: Como os felinos são muito atraídos pela água, muitos gostam de bebê-la diretamente do vaso sanitário, que, sem dúvidas, deve ficar sempre fechado para evitar acidentes. Imagine uma bolinha de pelo, toda linda, caindo dentro da privada; além de não ser nada
higiênico, muitos riscos estão envolvidos. Os filhotes, por exemplo, podem até morrer afogados por não conseguirem sair, e outros podem cair de cabeça e também ter complicações na hora de sair. Então, nunca esqueça a tampa do vaso aberta!

8 Higienização do ambiente: Muitas pessoas utilizam água sanitária na limpeza do banheiro, no entanto, os ambientes por onde os bichanos transitam devem ser higienizados com produtos neutros, pois os que contêm hipoclorito de sódio, como a água sanitária, além do cheiro forte, são bastante corrosivos em contato com a pele e também pelo ar, causando queimaduras nas almofadas das patas, nas narinas e na garganta. O cheiro forte de pinho também incomoda os gatos, mas não acredito que eles tenham uma fragrância preferida. Por isso, recomendo os desinfetantes sem cheiro que estão disponíveis no mercado pet e são desenvolvidos especialmente para limpar e desinfetar o cantinho do seu bichano, favorecendo a saúde dele e de toda família.

Agradecimentos: Ana Luiza Martins
Advogada e criadora de Sphynx e Bambino http://www.gatilsuryanamaskar.com.br/ e gatilsuryanamaskar@yahoo.com.br


Clique aqui e adquira já a edição 141 da Pulo do Gato!