Por trás da mente e do corpo dos gatinhos idosos

Foto: adogslifephoto/iStockphoto.com

Veja 12 alterações bastante comuns em felinos a partir dos 7 ou 8 anos de vida

Entender as necessidades e mudanças que ocorrem com a idade é fundamental para proporcionar qualidade de vida, realizar o diagnóstico precoce de doenças e oferecer os cuidados específicos ao felino idoso. A senilidade traz alterações fisiológicas ao corpo e as doenças geralmente são crônicas, debilitantes e progressivas. 

A idade cronológica de um gato pode não corresponder à sua idade funcional e, no mesmo indivíduo, alguns órgãos podem envelhecer em momentos diferentes. Os atuais estágios de vida felinos diferenciam as fases de envelhecimento em: maduro (7 a 10 anos), idoso (11 a 14 anos) e geriátrico (acima de 15 anos). A porcentagem de gatos mais velhos está aumentando graças aos cuidados de proteção, saúde e alimentação, e muitos gatos hoje vivem muito mais, chegando aos 20 ou 25 anos.

Seja bem-vindo(a) leitor(a)!
Ainda não é assinante?

Assine agora e tenha acesso ilimitado a todas as materias de todas as edições da revista Medicina Veterinária em Foco!

Assinar