PHARAOH: INSPIRAÇÃO EGÍPCIA

Legenda foto: Fêmea de Pharaoh: em média, elas pesam de 5 a 7 kg enquanto que os machos vão de 6 a 10 kgArquivo de Jake Redstone/ Nome da Pharaoh: Cleopatra

Raça Rara

O Pharaoh foi desenvolvido na Austrália a partir do acasalamento entre dois gatos: um possuía características do Highland Lynx; o outro, do Maine Coon. “Eu os cruzei em 2018”, conta o neozelandês Jake Redstone, do gatil Mountain Paws. Como resultado, o Pharaoh exibe aparência única, que se encaixa nas representações de deuses do antigo Egito – eis a inspiração para o nome da raça – e o diferencia inclusive das raças nas quais compartilha mutações similares.

Arquivo de Jake Redstone/Nome do Pharaoh no centro: Anubis – O Pharaoh é aceito pela Rare Exotic Feline Registry: até agora houve apenas duas ninhadas da raça

Alto, longo, bem musculoso e de ossatura pesada, o Pharaoh deve apresentar olhos ovais e bem separados: todas as cores são aceitas, com preferência para o azul em exemplares pretos, pratas e azuis. As orelhas são normalmente curvadas e com tufos de pelos que lembram o lince. Parte dos exemplares possui cauda curta. Os pés são grandes: os polidáctilos (com mais dedos que os habituais) são preferidos em relação aos tradicionais. A pelagem pode ser longa, com juba ao redor do pescoço e do peito, ou curta. As cores aceitas são preta, prata, azul, chocolate, canela e fumaça, na marcação uniforme ou listrada. A raça é aceita pela Rare Exotic Feline Registry e até agora houve apenas duas ninhadas. “Por ora a criação do Pharaoh está restrita a mim e a um gatil canadense parceiro, para garantir que o tipo seja preservado”, diz Jake, que possui no momento três filhotes e um adulto.

Calmo e afetuoso, o Pharaoh adora estar em companhia humana e não é nada tímido. “Ele tem características caninas quando brinca: costuma buscar objetos e gostar de se divertir na água”, conta Jake. Mais informações no Facebook: White walker Pharaoh cats