Adotar gatos: quanto mais gatos melhor

Categoria: Felinos

Autor(a): Julio Mangussi | Colaborador(es): Jornalismo Top.Co | Cidade: Campinas/SP | 04/05/2018 - 16:10

Há uma quantidade limite para adotar gatos? E quando a convivência se torna prejudicial para os felinos e para as outras pessoas da casa?
Melpomenem/iStock.com

Melpomenem/iStock.com

Quem gosta de gatos sabe muito bem como é difícil dizer “não” para um filhote de gato desamparado, ou mesmo para um gatão perdido que escolhe sua casa como abrigo. Quanto mais adotar gatos melhor, dizem a maioria dos gateiros. O obstáculo, porém, é disponibilizar um ambiente agradável e adequado aos bichanos, seja por limitações físicas, como em apartamentos pequenos, ou financeiras para criá-los de forma saudável. Não são todas as pessoas que conseguem. O debate é polêmico, por isso que perguntamos aos nossos leitores: há uma quantidade limite para ter gatos em casa? Veja como eles analisaram a situação e qual opinião vai ao encontro da sua.   

 

Tenho 12. Moro em um apartamento que é todo ‘gatificado’. Acredito que o número não seja o problema, mas sim o temperamento. No meu caso, o fato de um deles ser um gato Bengal, ele tem comportamento predatório em relação a algumas fêmeas tímidas.”- Gislaine Rodrigues  

 

Eu tenho 21 gatos em casa, moro numa casa bem grande. Eu divido a galera em duas turmas e todos se dão superbem. Claro que às vezes acontece uma briguinha aqui, outra ali, mas nada preocupante ou fora do normal.”- Simone Lanzoni 

 

Eu tenho 8 felinos: sete machos e somente uma fêmea, castrada. Moro em casa, porém meus gatos não sabem o que é rua. Tem dia que ficam naquele lambe lambe, tem dia que só dormem, outro naquela folia, mas tem dia que não podem olhar um para outro que já é aquela confusão. Ai me perguntam: Por que tantos gatos? Não quero nem saber, se eu pudesse teria um abrigo para gatos.”- Adriana Ramos 

 

Tenho oito gatos em apartamento. Acho muito. É difícil vigiar o uso da caixa de areia de cada um, é difícil dar atenção, manter tudo limpo e dividir os territórios. É estressante pra eles e para quem se desdobra pra dar qualidade de vida a eles.” - Carla Carolina Floriano 

 

Tenho quatro e acho que é o limite. Primeiro porque moro em apartamento, além  disso, acredito que mais do que isso é complicado para eles e para nós. É impossível dar a atenção que merecem e precisam com mais de quatro ou cinco gatos em casa. Acho que a questão territorial se torna um problema também, mesmo sendo todos castrados. E os custos nem se fala! Para dar a vida de qualidade que merecem custa caro!” - Ana Paula Comin  

 

Existe limite sim. Bom senso, higiene e questão de espaço mesmo. Trancar gatos em apartamentos é crueldade. Amar significa dar uma vida digna e o mais livre possível. Tenho dois e dou o melhor que posso para eles. Comparo a filhos: ter cinco e dar o mínimo ou ter dois e dar tudo?”- Alessandra Pedro 

Acredito que cada caso é um caso. O problema de ter muitos é o controle da saúde pelas fezes e urina. Se tem gato com diarreia você não sabe quem foi, um deles pode não estar fazendo xixi ou pode estar fazendo acima do normal.” - Sha Capell 

 

Tenho oito fêmeas e um macho, todos no apartamento. Eles vivem bem, consigo administrar bem o espaço deles e as caixas de areia. Dá um trabalhinho, mas o amor compensa!”- Solange Bastos  

 

Tenho cinco, é o número limite, tanto em qualidade de vida para eles como para mim. O custo é muito alto, vacinas, areia, ração de boa qualidade e quando ficam velhos, precisam ter acompanhamento veterinário.”- Vilma Gradvol 

 

Não existe número limite de gatos para ter em casa, existe bom senso de saber qual é o nosso limite, em relação ao espaço que temos disponível, de quantos gatos conseguimos cuidar, limpar o ambiente, dar atenção individual e bancar financeiramente todos os gatos, dando sempre o melhor para eles. Dificilmente existem brigas num ambiente onde não falta comida. A não ser casos esporádicos de gatos traumatizados e muito agressivos que vivem melhor sendo filhos únicos.”- Aline Olivier 

 

“Tenho oito e convivem todos muito bem, em harmonia. Apenas tomo o cuidado de disponibilizar vasilhas de água e liteiras suficientes, mas esse é o limite da minha casa, considerando o espaço e conforto para que todos vivam bem. Se seguisse meu coração já teria mais de 20”- Tati Hagner  

 

Tenho cinco e, pelo espaço, posso ter mais e pela minha vontade também. Porém o problema é que o Tom tem ciúmes dos outros e marca território por tudo mesmo sendo gato castrado.”-  Marilucia Zambianco Dos Santos 

 

 Acho que é preciso ter consciência para a quantidade, limite acho que não. Consciência por que, tanto gatos como outros animais requerem atenção, alimentação correta, higiene, medicação anual (como as vacinas, vermifugos, entre outros) espaço para brincar e uma boa convivência com os humanos e os outros bichinhos da casa. Eu tenho sete gatos, três são fêmeas e quatro machos, todos com idades diferentes. Mas todos convivem muito bem entre eles e conosco. Eu e meu esposo temos muito cuidado com todos e muito amor. Por isso reforço: tem que ter consciência e responsabilidade, independente da quantidade, seja um ou vários.” - Alessandra Escatolin Pravato



Warning: file_get_contents(): php_network_getaddresses: getaddrinfo failed: Name or service not known in /home/topco/public_html/revistapulodogato/admin/inc/pulo.funcoes.php on line 8

Warning: file_get_contents(http://urls.api.twitter.com/1/urls/count.json?url=http://www.revistapulodogato.com.br/materias/ler-materia/225/): failed to open stream: php_network_getaddresses: getaddrinfo failed: Name or service not known in /home/topco/public_html/revistapulodogato/admin/inc/pulo.funcoes.php on line 8

Notícias relacionadas

  • GUIA DE CRIADORES DE GATOS

Encontre criadores de diversas raças.