Adestrador de gatos? Não! Procuro adestrador para meu dono

Categoria: Comportamento Felino

Autor(a): Cláudia Terzian | Colaborador(es): Jornalismo Top.CO | Cidade: Campinas/SP | 18/12/2017 - 12:04

Todo mundo quer saber como “educar gato”, mas ninguém pensa que nossos donos são os que mais necessitam aulas de “boas maneiras”
Foto meramente ilustrativa Bebezão Gatil Mundo Ragdoll

Foto meramente ilustrativa Bebezão Gatil Mundo Ragdoll

Qual dono de gato não gostaria muito que nós, além de muito fofos, fôssemos bem-educados, saudáveis, que não estragássemos, nem sujássemos nada?  Adestrar está na moda! Ouvimos muito falar na importância do adestramento de gato, de como ele melhora a comunicação e, por consequência, a convivência entre nós, gatos, e os seres humanos.

Mas, para que fiquemos ‘gatos educados’ e não tenhamos os comportamentos felinos considerados indesejados, é preciso que o humano também mude o modo como interage conosco, ou seja, é ele quem tem que ser “adestrado”!

Nossos donos nos ensinam e permitem nosso comportamento. Nem sempre a postura certa ou errada do proprietário é algo óbvio. Eles estão nos treinando a todo o momento, nos dando ou não atenção, sendo ou não permissivos e nem sequer se dão conta disso. 


A postura, educação, capacidade de comunicação e confiança do proprietário influenciam muito não só o nosso comportamento mas, também,  a forma como as outras pessoas reagem ao que ele diz ou faz. 

Outro ponto: algumas pessoas se sentem aflitas e incomodadas com nossa presença ou com nossas carícias!! Nem sempre todos em uma casa amam gatos, algumas vezes um dos membros da família detesta gatos e tem muita dificuldade em conviver conosco. Quem nunca ouviu: “Os gatos são solitários – se ligam à casa e não ao dono” ou  “Gatos são traiçoeiros” ou “Não se pode confiar num gato”?

Mas, como a modificação do comportamento dos nossos donos influenciaria o nosso? Ah! Aguenta a curiosidade... Você já saberá! Preste bastante atenção...

O que nós, gatos, precisamos para viver bem?

Conheça bem as nossas necessidades para não lutar contra comportamentos que fazem parte de sermos gatos.

• Precisamos afiar nossas unhas e nos esticar arranhando algo.

• Adoramos escalar e deitar em locais altos e controlar nosso território através de uma janela.

• Usamos muito nosso queixo para marcar tudo que está no nosso território. Por isso nos esfregamos tanto em tudo – inclusive nas visitas.

• Ver uma porta fechada nos incomoda, porque não podemos controlar o território do outro lado. Por isso miamos na frente de portas fechadas. Não queremos sair ou entrar; queremos apenas que as portas fiquem abertas, oras!

• Gostamos muito de beber água corrente de uma torneira pingando ou de uma fonte. Alguns de nós podem nem beber a quantidade correta de água se ela estiver num pote. Ah! E preferimos quando nossa fonte de água está localizada longe da nossa comida!

O Ambiente

A orientação para a modificação e para o enriquecimento do ambiente faz parte do trabalho do adestrador. Se você nos escolheu como companheiros, sua casa deve estar adaptada a nós.


As janelas dos apartamentos são nossos pontos de observação favoritos e devem ser teladas para evitar acidentes, pois,  às vezes,  podemos nos distrair e cair. 


A casa deve ter alguma prateleira ou móvel em que posamos subir, adoramos escalar qualquer coisa... E nunca resistimos à tentação de entrar em uma caixa de papelão!!!!


O número de caixas sanitárias da residência deve sempre ser maior do que o número de gatos que vivem nela e localizadas distantes umas das outras. Alguns gatos são muito tímidos nessas horas, afinal, se humanos gostam de privacidade nesses momentos, por  que com a gente seria diferente?

Ah! Você quer que eu mie? Quer mesmo? Então eu miouuuuuuuuuuuuuuuuu

Isso é muito simples! Basta nos atender prontamente sempre que começarmos a miar. Toda vez que miamos para pedir comida, miamos e nos esfregamos nas pernas ou pedimos carinho e você nos atende... É como adestrar ao contrário. Nós mandamos e você obedece. Aprendemos que precisamos miar para que você faça o que queremos! Viu como é simples?

Eu ensinarei pra você, meio a contragosto, a forma correta de se corrigir um gato

A bronca é algo que deve impedir ou parar um comportamento. Não é para ficar bravo de verdade! Não converse ou nos dê atenção ao dar a bronca, diga apenas “Não”.
 

As punições devem ocorrer apenas na hora que estivermos fazendo algo errado. Um minuto depois já é muito tempo para nós. A paciência é uma virtude que não pode faltar num dono que queira nos ensinar algo.
 

Entenda os motivos do nosso comportamento felino antes de tentar eliminá-lo com uma bronca  e - por favor - nos dê uma opção para conseguirmos o que precisamos de outra forma. Por exemplo, se não podemos arranhar o sofá, precisa nos ensinar a afiar nossas unhas em um arranhador, tapete ou numa caixa de papelão antes de começar a nos dar bronca por arranhar o sofá.
 

Dê preferência às punições que não estejam associadas à sua presença. Podemos ficar desconfiados, arredios e até agressivos quando recebemos as broncas de forma muito direta. E vou contar um supersegredo: uma borrifada de água nos tira de circulação por vários minutos sem que você precise nem mesmo olhar para nós.

Não fique estressado, faça como a gente: relaxeeeeeee!

Gatos são sempre uma companhia e uma fonte de carinho. Torna mais feliz quem convive conosco e podemos até mesmo melhorar sua saúde. Para que isso seja verdadeiro, é muito importante que nossa convivência seja sempre prazerosa e nunca estressante.
 

Muitas vezes pequenos detalhes diários são responsáveis por grandes mudanças que melhoram e tornam nossa relação com os humanos mais leve e divertida! Para nós, é claro!


Warning: file_get_contents(): php_network_getaddresses: getaddrinfo failed: Name or service not known in /home/topco/public_html/revistapulodogato/admin/inc/pulo.funcoes.php on line 8

Warning: file_get_contents(http://urls.api.twitter.com/1/urls/count.json?url=http://www.revistapulodogato.com.br/materias/ler-materia/203/adestrador-de-gatos-nao-procuro-adestrador-para-meu-dono): failed to open stream: php_network_getaddresses: getaddrinfo failed: Name or service not known in /home/topco/public_html/revistapulodogato/admin/inc/pulo.funcoes.php on line 8

Notícias relacionadas

  • GUIA DE CRIADORES DE GATOS

Encontre criadores de diversas raças.