5 mitos sobre a vacinação em gatos e suas explicações

02/07/2018 - 14:33

Muitos gateiros se recusam a vacinar seus pets. Conheça os principais mitos que impedem a imunização correta desses pets e pare de acreditar neles
pyotr021/iStock.com

pyotr021/iStock.com

Muitos gateiros pecam por não oferecer uma das medidas de saúde preventivas mais simples e eficazes para blindar seus felinos contra doenças que podem ser mortais. Sim, estamos falando das vacinas, ainda consideradas tabus para alguns tutores que acreditam que a prática pode causar sérios danos à saúde de suas mascotes. “Esses mitos mantêm altíssima a prevalência das doenças infecciosas no Brasil, prejudicando e levando a óbito milhares de gatos todos os anos”, explica Fernanda Vieira Amorim da Costa, professora de Medicina Felina, de Porto Alegre-RS.

“Vejo também muitos veterinários perdidos por não saberem as diferenças entre as vacinas disponíveis, desatualizados sobre as diretrizes atuais e necessidades de testes de diagnóstico e sorológicos”, expõe a especialista, que garante que o problema não parte só dos tutores de pets. De acordo com Aline Soares Barbosa, veterinária especializada em felinos da clínica Gattos, de São Paulo-SP, somente animais saudáveis estão aptos a receber vacinas. “Algumas enfermidades alteram a resposta imunológica do organismo, fazendo com que a resposta vacinal seja inadequada e tornando-a ineficaz. O contrário também é possível e a vacinação em momento inadequado pode agravar uma condição clínica (doença) pré-existente”, explica. Assim, antes de vacinar seu pet é importante fazer um check-up completo com veterinário. 

Leia esta matéria na íntegra adquirindo a edição 126 da revista. Clique aqui!
https://www.revistapulodogato.com.br/loja/
  • GUIA DE CRIADORES DE GATOS

Encontre criadores de diversas raças.