Guia de primeiros socorros para gatos ilustrado

31/01/2018 - 09:38

Acidentes são imprevisíveis, porém, o risco pode ser minimizado com alguns cuidados do tutor. Veja como dar os primeiros socorros ao seu animal de estimação
didesign021/iStock.com

didesign021/iStock.com

A pedido da Pulo do Gato, a veterinária Estela Pazos elaborou um guia prático de primeiros socorros com imagens sobre socorrer o gatinho acidentado, mas enfatiza que todos os tutores devem ter o contato do médico veterinário de confiança e do hospital veterinário mais próximo de sua casa em local de fácil acesso, como a agenda do celular. “As imagens são meramente informativas. Se você não sentir segurança em prestar os primeiros socorros, busque ajuda o mais rápido possível”, diz Estela. Para saber como se previne tais acidentes, veja reportagem 6 traumas perigosos para os felinos e como preveni-los, na Pulo do Gato de fevereiro, edição 122. 



Verificar os sinais vitais do gato pode ajudar a avaliar o grau de dor ou da lesão. Coloque a ponta de dois dedos na depressão encontrada na coxa interna do gato sobre a artéria femoral e conte os batimentos por 1 minuto que devem variar entre 160 e 200


 

Enrole o gato com segurança em uma toalha deixando apenas a cabeça exposta e leve-o ao veterinário




Envolva o local do sangramento com uma gaze estéril mantendo pressão



 
Aplique plástico filme com ligeira pressão por cima da gaze para ajudar a conter o sangramento até chegar no veterinário



Em caso de quedas ou sangramento pode-se utilizar compressas frias até chegar ao veterinário


Se houver uma fratura exposta que não permita que você manipule muito o gato, desmonte a caixa de transporte, forre com uma toalha para transportá-lo. Sempre com muita atenção para evitar que o gato tente fugir caso se assuste

 
Se o gatinho tentar escapar cubra por cima com outra toalha e pressione ligeiramente o corpo para contê-lo
http://www.revistapulodogato.com.br/loja
  • GUIA DE CRIADORES DE GATOS

Encontre criadores de diversas raças.