Socorro, meu gato não quer comer!

15/12/2017 - 11:34

Descubra o que pode estar provocando essa rejeição e o que fazer para reverter esse comportamento preocupante
fantom_rd/iStock.com

fantom_rd/iStock.com

Quando o assunto é alimentação Belchior, um gato sem raça definida de 1 ano e meio, é pra lá de seletivo e já deixou sua tutora, Cintia Caroline dos Santos Souza, de São Paulo-SP, enlouquecida quando resolveu fazer “greve de fome” por dois dias inteiros. “Ele começou a ficar mais exigente com 8 meses de vida. No início, comia ração sabor frango, mas em pouco tempo enjoou e parou de comer”, relembra Cintia com angústia. “Fiquei preocupada com a sua falta de apetite e o levei para fazer exames, mas não apontaram nenhuma doença”, fala a tutora de Belchior que, após a consulta, continuou a peregrinação atrás de sabores mais atraentes para o felino. Para minimizar o problema, Cintia está oferecendo sachês gelados para o peludo. “Ele só come se a comida estiver mais geladinha e se recusa a comer ração se estiver por muito tempo na tigela. Ele gosta de tudo bem fresquinho”, comenta. Agora, ela coloca a comida de manhã, depois à tarde e à noite para que ele não tenha motivos para implicar com a ração. 
Assim como Belchior muitos felinos torcem o nariz para ração ou outra alimentação ofertada pelos tutores. Mas por que isso acontece? Calma, queridos gateiros, isso não quer dizer que a ração que você está oferecendo não seja de qualidade. Gatos podem cismar com o sabor ou até com o local onde a tigela está disposta na casa. Para esmiuçar os principais motivos que causam essa negação, conversamos com a médica veterinária Sonali Rebelo, especialista em nutrição animal, do Rio de Janeiro-RJ. A seguir, desvendaremos o paladar e os hábitos peculiares desses felinos durante a alimentação. 

Saiba mais adquirindo a edição 121 da revista Pulo do Gato, através do link
http://www.revistapulodogato.com.br/nossas-revistas
  • GUIA DE CRIADORES DE GATOS

Encontre criadores de diversas raças.