Exótico, o gato que conquistou o mundo

04/12/2017 - 10:48

Entenda como ele tem conquistado os amantes de gatos ao redor do mundo e tente não se render à fofura desse ursinho de pelúcia felino
Gatil Daruma Foto: Silvia Pratta

Gatil Daruma Foto: Silvia Pratta

Há muito tempo esse felino redondinho e fofo tem conquistado os corações dos amantes de gatos. Não é para menos, um exemplar da raça se tornou o gato mais famoso do mundo: em 1978, o cartunista Jim Davis se inspirou no gato Exótico para criar o Garfield. E o sucesso não ficou somente nos quadrinhos e na TV. Desde 2015, o bichano é o mais criado nos Estados Unidos, segundo a principal associação felina do mundo, a americana Cat Fanciers’ Association (CFA). Em outros países, como Inglaterra e França, ele também se destaca sendo o 9º e o 10º mais criado respectivamente, de acordo com clubes gatófilos locais. No Brasil, é justamente uma gata da raça que se destaca nas pistas de competições felinas mundo afora. Por que, afinal, as pessoas não têm conseguido resistir aos encantos do Exótico? 

 

CRESCIMENTO DA RAÇA

Criado em 1966, o Exótico é resultado do cruzamento do gato Persa com o American Shorthair. O felino, porém, foi um “acidente”. O intuito dos criadores norte-americanos era desenvolver um American Shorthair com coloração prateada e olhos verdes, oriundos do Persa Silver. 

No início, muitos criadores de Persa eram resistentes em ceder seus gatos para o desenvolvimento dessa então nova raça felina. A situação começou a mudar após os Exóticos vencerem algumas competições felinas na década de 1970. Com o ganho de popularidade, o desinteresse de outrora foi sumindo. 

Saiba mais adquirindo a edição 120 da revista Pulo do Gato, através do link

http://www.revistapulodogato.com.br/nossas-revistas
  • GUIA DE CRIADORES DE GATOS

Encontre criadores de diversas raças.